Páginas

Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

terça-feira

Educação x Pobreza - Filosofia nas Escolas = Degradação Social


A consequência da pobreza no Brasil, é decorrente
de uma educação pobre: em todos os níveis.1



A pobreza precisa ser erradicada sim, óbvio, mas o analfabetismo também é "inerradicável", por que é do interesse das minorias monopolizadoras dominantes. Se tivéssemos educação de qualidade a pobreza poderia ser efetivamente erradicada. Se houvesse "vontade política", as escolas e professores chegariam até os confins de qualquer parte do país, levando merenda, ou o que fosse preciso para uma educação decente.

Ainda assim, ensinar a escrever o nome e um bilhete, não é alfabetizar. Vá a um ponto de ônibus e pergunte para qualquer pessoa: “Você terminou os estudos?” 90% delas responderá: “Sim, já acabei o terceiro”. Ora! Desde quando terminar o segundo grau é "terminar os estudos", como corre "a boca pequena"?!? Que tipo de entendimento do que é "se formar", é este gente? De onde veio? #indignada
O segundo grau não dá profissão nenhuma. Temos uma população que, ao final do segundo grau escreve "menas", "ci centindo", "excessão"! São os chamados "analfabetos funcionais", ainda pior são os universitários cometendo erros infantis em resenhas e outros trabalhos. #javimuito
O Brasil não soube implantar a progressão continuada do prof. Paulo Freire (ou não era conveniente?), seria preciso antes desconstruir a cultura do paternalismo exacerbado pela ditadura. O paternalismo é arrogante porque considera as pessoas incapazes, ninguém é burro não, esta atitude torna a população uns "mimadinhos", sem vontade, preguiçosos, querem tudo fácil, e pior: cansei de ouvir pessoas trocando a palavra roubar por “pegar”. Oi!? Consciência, por onde andas?!
Gente mimada não evolui, não toma conta da própria vida, só sabe criticar os outros, invejar aqueles que vão em frente, não sabe, não quer, assumir a responsabilidade pela própria educação, como a progressão continuada exige, desconhece o significado de meritocracia.
Embora o ensino tecnicista tenha seu grau de importância para um país, da maneira como é coordenado hoje, não forma um cidadão, não adianta termos "especialistas de cabeça vazia". Há que se ensinar a pensar, coerentemente, criticamente. A Filosofia faz isso, não pode ser retirada das escolas, ou ser "matéria opcional.
Nossos adolescentes ainda não podem simplesmente abrir as suas asas e jogar-se no vácuo das escolhas sensatas! Por que eles não têm asas! Motivo? Simples: são filhos do paternalismo. A filosofia é matéria fundamental do pensamento. Estão cometendo o mesmo "erro" de implantação da progressão continuada, na intenção de tornar os brasileiros menos "pensantes", isso é absurdamente claro!
Me admira a nossa mídia, formadora de opiniões...Só pode ser muito manipulada, caso contrário estariam colocando a “boca no trombone” contra esta insensatez, contra este descaso com a geração vindoura, estão criando mais "vaquinhas de presépio", como se já não as tivéssemos abundantemente por aqui.
Tudo isso no século XXI. A Inteligência Artificial batendo às nossas portas. Bem me lembro, no século passado, há 37 anos um comentário: “no século vindouro o mundo será dividido apenas em 2: os ricos, cada vez mais ricos e os pobres, cada vez mais pobres". #constatando
Sem falar dos professores: cursaram filosofia para quê? Triste... :( o Brasil está regredindo na educação. #nãosouprofessoradefilosofia
Este texto é resultado de um comentário no post de uma querida amiga que é psicóloga, a Patrícia Cazeiro. Quando, raramente, entro no facebook, dou uma olhada nos murais das pessoas que respeito e a Paty é uma delas, inspiradora! Gratidão Paty, este post dedico a você.

1.me
Edna Molina
Novembro/2016 


Glossário:
O que é "ensino": substantivo masculino - 1. transferência de conhecimento, de informação, esp. de caráter geral; instrução."e. superior" - 2. p.met. o sistema (e os métodos) adequado a essa transferência.

O que é "educação": substantivo feminino - 1.ato ou processo de educar(-se). - 2.aplicação dos métodos próprios para assegurar a formação e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano; pedagogia, didática, ensino.


sexta-feira

Gestão Ambiental e Responsabilidade Social - Tratamento de Resíduos Químicos Perigosos



Atividade proposta: métodos mais empregados para disposição e tratamento dos resíduos químicos perigosos, dentre os quais se incluem: os aterros de armazenamento, as lagoas superficiais, o armazenamento em formações geológicas subterrâneas e as injeções em poços.

Resíduos Químicos Perigosos

Uma vez que nem massa, nem energia, podem ser criadas, apenas transformadas, quando o ser humano modifica os elementos do espaço em que habita, cria resíduos. Estes resíduos, quando não reutilizados, precisam ser acondicionados de forma a não prejudicar a população humana, animal e os ecossistemas. Neste momento nosso planeta vive um desequilíbrio, devido ao aumento populacional, entre outros, a demanda de resíduos produzidos, é maior do que a capacidade da natureza de reabsorção dos mesmos.

Logo, a necessidade de acondicionamento adequado se torna de vital importância, o que nos leva ao tema proposto: os Resíduos Químicos Perigosos, ou Resíduos Classe I.

Os aterros de armazenamento, lagoas superficiais, o armazenamento em formações geológicas subterrâneas e as injeções em poços, são potencialmente perigosos para os lençóis freáticos, tornando a adoção destes métodos inviáveis, dependendo da classificação do resíduo. Os tambores podem sofrer um processo de deterioração, facilitando que estes resíduos sejam liberados para o meio ambiente, portanto também não são recomendados.

Tratamento de Resíduos Classe I: devem ser acondicionados de acordo com as devidas regras, estipuladas por Lei¹. Objetiva transformar estes Resíduos Perigosos em material reutilizável, reciclado, ou menos perigoso. Estes tratamentos podem ser físico-químico, biológico, ou químico.

Tratamento Físico-químico: provoca a separação da solução aquosa, tornando o resíduo sólido eventualmente reutilizável, como por exemplo a recuperação de solventes.

Tratamento biológico: são utilizados iodo ativado e filtros biológicos. Consegue alcançar taxas de remoção de 60% de periculosidade, cada metodologia é adaptada para uma situação em particular, existem controvérsias a respeito, mas e engenharia genética tem contribuído para que este tipo de tratamento seja utilizado.

Tratamento químico: utiliza a remoção de metais pesados, neutralização de ácidos entre outros e inclusive a incineração em alguns casos.



Edna Molina
out/2015


Bibliografia:
"BRAGA, B. et al. Introdução à Engenharia Ambiental: O desafio do desenvolvimento Sustentável. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005"



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...